TRAPICHE DO ATEU

UM BLOG DE ECOLOGIA MENTAL. PARA REPENSAR O HOMEM E SUA RELAÇÃO COM A VIDA E COM O MUNDO.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

FUTURO DO HOMEM



(Juan Miró - aquarela)



Em termos sociais, a humanidade ainda sofre os mesmos receios e medos de pestes do homem medieval, apesar das vacinas e das drogas descobertas ou inventadas nesses últimos tempos, agravada essa situação pelo estado de miséria absoluta em que ainda vivem milhões de seres humanos em todas os rincões do planeta. E agravada ainda mais essa situação de miséria pela superpopulação, que não se consegue controlar. O planeta deve ter um limite de pessoas e acredito que esse limite não esteja muito longe de ser alcançado. Os sistemas de manutenção, desde a agricultura até a exploração do petróleo, têm limites que não podem ser estendidos e isso deve ser motivo de preocupação para os governantes que não conseguem se unir aos cientistas para equacionar problemas tão complexos e diversos, como a poluição, o controle populacional, o preço dos alimentos e a expansão da área agricultável sem a predação do meio-ambiente, a cura de doenças endêmicas e epidêmicas, a melhoria da qualidade de vida das grandes cidades ou a distribuição de alimentos a populações carentes, com a sua respectiva inclusão na cadeia produtiva. O mundo parece estar a ponto de explodir, com guerras inúteis e absurdas matando milhões de pessoas anualmente, com conflitos de poder entre nações sem solução em curto prazo, com a destruição de nações inteiras por motivos raciais ou tribais. A situação social do globo, no momento atual, não permite que se tenham predições otimistas quanto ao futuro do homem.



Nenhum comentário:

Postar um comentário