TRAPICHE DO ATEU

UM BLOG DE ECOLOGIA MENTAL. PARA REPENSAR O HOMEM E SUA RELAÇÃO COM A VIDA E COM O MUNDO.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

NÃO HÁ PESSIMISMO NA NATUREZA



(Brueghel: Ícaro)




Não há pessimismo em nos pensarmos tão pequenos. Porque não há pessimismo ou otimismo nas leis da natureza. A vida é assim e nada mais. Somos os reis, sim, de nossa própria vida, de nossa própria existência. Nada mais. E esta existência, este “sou, logo existo” deve ser a resposta para nosso destino. Só temos esta vida. Só temos esta existência. Nada além disto que está aqui. Nada além do que vivemos. Participamos da cadeia evolutiva como todos os demais seres. Vivemos para dar continuidade ao ciclo da vida. Nada mais. E nada mais nobre. Se retornaremos? Sim. No fim do universo e no seu recomeço. Por que não? Teremos consciência disso? Jamais saberemos. Porque não há respostas para perguntas que não deviam ser feitas. A única verdade é que existimos. Além disso, só especulamos. Com todo o direito que temos de fazê-lo, porque a natureza nos proporcionou isso e muito mais. A nossa humanidade está em compreender que somos parte dessa cadeia e nada mais. Mesmo que essa compreensão ainda seja tosca e primitiva, não podemos nos furtar à sua evidência. Viver é a coisa mais importante para o homem. É o seu destino e sua razão de ser.



Nenhum comentário:

Postar um comentário